quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA – VALOR DA BOLSA FOI DEFINIDO PELO MEC


            Foi divulgado no Diario Oficial da União de hoje (7/02) a portaria com o valor Maximo das bolsas para os profissionais da educação participantes da formação continuada de professores alfabetizados no âmbito do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa.

            Para participar, as redes municipais e estaduais tem que aderir ao programa para receber recursos e o apoio técnico do Ministério da Educação.

            O pacto, coordenado pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do MEC é um acordo formal assumido pelos governos federal, dos estados e municípios para a alfabetização de crianças até os 8 anos de idade
 
            Os valores correspondem a:
 
  • R$ 200,00 mensais para professor alfabetizador;
  • R$ 765,00 para o orientador de estudo;
  • R$ 765,00 para o coordenador das ações do pacto nos estados e municípios;
  • R$ 1.100,00 para o formador da instituição de ensino superior;
  • R$ 1.200,00 para o supervisor da instituição de ensino superior;
  • R$ 1.400,00 para o coordenador adjunto da instituição de ensino superior; e
  • R$ 2.000,00 para o coordenador-geral da instituição de ensino superior.

11 comentários:

  1. que vergonha quando sera que o professor sera valorizado.

    ResponderExcluir
  2. Vou participar da formação, atuo na rede municipal como alfabetizadora, mas não receberei a bolsa, porque no ano passado lecionei em turma de Educação Infantil e, por isso, fiquei de fora do censo. Legal, não? :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uai moça mas aqui no meu município estão dizendo que vão dar bolsa para quem esta lecionando esse ano nos primeiros três anos da primeira fase!

      Excluir
  3. Realmente, quem mais irá trabalhar, quem mais terá a resposabilidade direta é quem ganhará menos. AVANTE BRASIL. É assim mesmo que vamos sair desta situação?

    ResponderExcluir
  4. Vergonha também, é o coordenador dos professores, participar da formação e não receber nada! este tipo de atitude mostra de maneira explicita como querem o Brasil, e define a nosso valor. " ENTÃO NOS NÃO TEMOS DESPESAS, É ISSO! E O NOSSO TEMPO COMO FICA?" um Deputado ou vereador podem ganhar, bolsas e mais bolsas, agora uma merreca de uma bolsa de custo, ACHO QUE DEVO CHAMAR ASSIM! não somos" dignos de recebe-la"

    ResponderExcluir
  5. Maria Raimunda 27/a03/2013 12:15. .. .Que vergonha a bolsa do professor ele tira seu coro na sala de aula e com seu couro faz a bolsa dos coordenadores ,já que o valor dele até hoje não existe.

    ResponderExcluir
  6. Quero saber se todos que estão fazendo ocurso receberão a bolsa ou só aqueles que estão no 1º ano 2º e 3º .

    ResponderExcluir
  7. Acho muito errada a distribuição de verbas, por que sempre somos nós educadores que recebemos menos por todo o trabalho?Deveria ser o contrario o valor das tais bolsas,gosto do que faço e mereço respeito

    ResponderExcluir
  8. Nós trabalhamos, montamos a sequencia didática, investimos em material, tiramos fotos, montamos relatorio e apresentamos às colegas e somos as que ganham o menor valor... Parabéns para quem organizou a distribuição das verbas... prof. Marialva RS

    ResponderExcluir
  9. QUE ABSURDO O PROFESSOR ALFABETIZADOR É A PALAVRA CHAVES NESTE PROGRAMA E É O MENOS GRATIFACADO MENSALMENTE.E PQ COLOCAR VALORES IGUAL OU MELHOR PARA O ALFABETIZADOR.

    ResponderExcluir
  10. GRAÇA EDUARDO01/08/2014 10:56:00

    PORQUE NO NOSSO PAÍS QUEM TRABALHA É QUEM MENOS RECEBE? É TÃO DESVALORIZADO?PRECISAMOS LUTAR PARA MUDAR ESSA REALIDADE E MOSTRAR QUE O PROFESSOR APESAR DAS TECNOLOGIAS AINDA É A PEDRA FUNDAMENTAL NA SALA DE AULA PARA FORMAR CIDADÂOS.

    ResponderExcluir